Sea Crest News

Novidades sobre o estaleiro e embarcações.

Fonte: boatshow.com.br
Autor: Do Boat Show

Sea Crest prepara duas novidades da linha Adventure para lançar no SP Boat Show
A linha Adventure, da Sea Crest, vai ganhar mais duas novidades no São Paulo Boat Show 2009: a 250 Cabin e a 290 Cruiser. Até agora, a linha Adventure só tinha um modelo, a 215. Tudo indica que agradou muito a idéia de uma linha de barcos voltados ao passeio, como alternativa à linha Fishing, mais voltada par a pesca.
Os novos modelos ainda estão no estaleiro e só serão apresentados no salão, em outubro. A Sea Crest Adventure 250 Cabin é um barco de costado alto, que vai deixar os passageiros bastante protegidos dos respingos. O casco também terá vincos e chine (aquela espécie de degrau) para diminuir o atrito e o caturro nas ondas. Ou seja, tudo para o melhor conforto da tripulação. Com 25 pés, ela pode levar até 10 pessoas em passeio e tem cabine de 1,65 metro e um sofá que pode ser transformado em cama para um casal pernoitar. A motorização será de centro-rabeta, com potência entre 165 e 320 hp.
O outro novo modelo, a Sea Crest Adventure 290 Cruiser é bastante diferente. No casco, é fácil observar também os vincos, um chine na proa e também um "step V", que é uma descontinuidade no casco que também ajuda a diminuir o atrito e deixar a navegação mais macia. Mas o nome "cruiser" não veio à toa, mas sim graças a um interior bastante confortável. Essa lancha, de 8,7 metros de comprimento, tem cabine com 1,90 m de pé direito, pernoite para quatro e leva até 10 pessoas em passeio diurno. A motorização, também de centro-rabeta, pode ir de 320 a 420 hp.

Fonte: Revista Pesca Esportiva nº 138
Autor: Sergio Rossi

Teste: A Sea Crest 185 Fishing é uma lancha perfeita para quem pesca em baías e canais
Fabricada pelo estaleiro catarinense Sea Crest e lançada durante o último São Paulo Boat Show, a 185 Fishing é uma lanchinha para pesca bem equipada para seu porte. Como é exportada para os Estados Unidos, ela também atende a todos os padrões americanos de qualidade e de segurança, o que implica em elevada robustez e segurança. Mesmo com menos de 19 pés de comprimento, tem bom espaço a bordo para até três pescadores além do piloto. Vem bem equipada da fábrica, incluindo tábua para cortar peixe, caixa para iscas vivas, grande quantidade de porta-varas e muitos paióis para as inevitáveis tralhas de pesca. Pode ter como opcional uma capota T-top, que ajuda bastante em dias de sol forte. Seu casco tem desempenho muito bom em mar agitado, característica desejada pelos pescadores que, não raro, precisam navegar para lugares com águas mais agitadas em busca de peixes maiores. Porém, devido ao porte, não é apta a navegar em mar aberto nos limites da navegação costeira, que é 20 milhas ou 37 km da orla. O preço do casco, sem equipamentos e motorização, é de aproximadamente R$ 20 000, bom pelo que a lancha oferece. Equipada com um motor de popa Mercury Optimax de 90 hp e alguns acessórios como T-top, o preço dobra, chegando a um pouco mais de R$ 40 000, mas ainda assim é uma boa relação custo-benefício.
DETALHES PESQUEIROS
O cockpit da 185 Fishing é autodrenante, o que garante a segurança em caso de alguma onda quebrar na proa. Ela tem a distribuição clássica de lanchas de pesca com console central: sofá em “U” na proa e costado alto. Há pouco espaço para sentar, característica comum em uma lancha de pesca desse porte, cuja prioridade é o espaço para circulação. Mas é nos detalhes que esta lancha se diferencia. Ela é bem equipada para pesca e não é à toa; afinal, foi projetada para esse fim. O console é deslocado para a popa, a fim de melhorar a circulação na proa. Assim, esta fica com mais de um metro quadrado de área livre, o que facilita a pescaria mas dificulta um pouco a circulação na popa, já que o espaço aí fica apertado. Junto ao espelho de popa, há uma tábua para cortar peixes e uma pequena caixa para iscas vivas, além de uma pia com chuveirinho que serve também à plataforma de popa. Esta plataforma, que não é muito grande pelo fato de a lancha utilizar motor de popa, é dividida em duas partes, com 40 centímetros de largura por 45 centímetros de comprimento cada, o sufi ciente para o embarque e desembarque. O banco do piloto tem boa altura e garante uma boa visibilidade quando navegando, mas não tem regulagem. Debaixo dele há um bom paiol seco para armazenar, por exemplo, documentos e uma muda de roupa. Por sinal, como não deveria ser diferente em um barco de pesca, paióis é que não faltam nesta pequena lancha. No console, há local para bóia circular e para o extintor, resultando em um maior espaço livre. Debaixo de todos os sofás há espaço sufi ciente para armazenar salva-vidas e tralhas de pesca. Na proa, um gaveteiro para iscas artificiais permite uma escolha rápida da isca a ser usada, sem ter de ficar abrindo caixas de pesca. Há ainda dois paióis para peixes no piso, e um que pode servir tanto para peixes como para bagagem sob o banco que fica em frente ao console. As duas laterais têm espaço para armazenar seis varas no total, e o banco do piloto tem porta-varas com lugar para mais quatro. Na capota tipo T-top, que é opcional, há também quatro porta-varas, o que pode aumentar ainda mais o número de caniços a bordo.

Fonte: intelog.net
Autor: NetMarinha - Maycon Stähelin

Fabricantes de barcos de passeio não temem dólar baixo e avançam no mercado externo.
A indústria de barcos de passeio e pesca de Santa Catarina, que já é a terceira maior do Brasil, está cada vez mais se consolidando no exterior. Entre os principais expositores da Náutica Fair, evento do setor realizado na capital Florianópolis entre os dias 6 e 11 deste mês, quatro empresas com menos de uma década de história já exportam parte significativa da produção ou estão prestes a entrar no comércio exterior. Em comum, os quatro empresários que falaram com o NetMarinha parecem não se intimidar com a baixa cotação do dólar, ao contrário da maior parte dos exportadores brasileiros, e até por isso têm metas ousadas para ampliar as vendas nos próximos anos.
A Sea Crest, a mais experiente do grupo no comércio exterior, já começou seus negócios fora do Brasil. Em 1997, o catarinense Alexandre Lenfers abriu a sua primeira fábrica em Miami, nos Estados Unidos, onde vivia na época. No ano 2000, o empresário montou uma segunda unidade da Sea Crest em São José, na grande Florianópolis. "Com o custo menor da produção e a boa qualidade da mão de obra nessa região, conseguimos entrar nos maiores mercados do mundo com um produto de qualidade similar aos principais concorrentes e preços mais baixos", afirmou Lenfers.
Em 2006 a Sea Crest fabricou cerca 300 barcos, divididos igualmente entre as fábricas do Brasil e dos EUA. Da produção brasileira, cerca de 30% é exportada também para o mercado americano, o mesmo percentual para a Europa e 20% para outros destinos no exterior. Lenfers disse que as vendas da empresa têm crescido entre 30% e 40% nos últimos anos com base nas vendas externas, e espera que o ritmo se mantenha ainda por algum tempo. Recentemente a demanda de clientes europeus aumentou bastante, disse o empresário, mencionando um contrato fechado há duas semanas de 60 barcos para a Holanda.
Ele destacou que a empresa, como as outras brasileiras do setor, precisa de certificações para poder vender na Europa e nos EUA, principalmente. "Essas certificações são muito rígidas, nos adequando a elas já praticamente garantimos a qualidade do produto para poder vender lá, e aí temos condições de entrar com um preço bastante competitivo, mesmo com o dólar desvalorizado", afirmou Lenfers.

Fonte: nautica.com.br
Autor: Redação

Sea Crest Boats leva a Seacrest Fishing 185 para o São Paulo Boat Show
Uma das novidades do São Paulo Boat Show será a lancha Seacrest Fishing 185, que terá mais detalhes ainda do que a Seacrest Fishing 215. Igualmente ampla e única na categoria 18,5 no país, o lançamento do Estaleiro Seacrest do Brasil tem a borda mais alta da categoria, pois conta com o mesmo costado da 215.
A lancha tem com itens como T-Top de aço inox, porta-bóia-circular, porta extintor e porta gaveteiros de iscas artificiais embutidos, além de detalhes em acabamentos como cockpit auto drenante, pia, viveiro e tábua com chuveiro pressurizado.

Confira as características técnicas abaixo:
Comprimento: 5,55 metros
Boca: 2,20 metros
Calado: 0,35 metros
Tanque combustível: 95 litros
Tanque de água doce: 45 litros
Capacidade: 8 pessoas ou 1000 Lbs
Motorização: 75 - 150 hp

Site oficial: www.boatshow.com.br

Clippings

Confira abaixo as matérias em revistas especializadas que falam das nossas embarcações.

Revista Náutica nº242

Test-drive Fishing 215 na revista Náutica nº 242. Páginas 128 a 134.

Ler PDF

Revista Náutica nº237

Test-drive Adventure 215 na revista Náutica nº 237. Páginas 82 e 83.

Ler PDF

Revista Náutica nº231

Test-drive Fishing 245 na revista Náutica nº 231. Páginas 90 a 94.

Ler PDF

Pesca Esportiva nº142

Matérias e comparativo de lanchas. Páginas 25, 44 a 50 e 66 a 69.

Ler PDF

Revista Náutica nº247

Super comparativo de lanchas de 18 a 26 pés e destaque da lancha Fishing 245.

Ler PDF

Pesca Esportiva nº138

Lanchas Adventure 245 cabin e 215, Fishing 360 cabin, 245 e 215 no guia de barcos.

Ler PDF

Bíblia do Pescador 2009

10 itens fundamentais de uma boa lancha de pesca na Bíblia do Pescador 2009. Páginas 300 a 306.

Ler PDF

Guia Náutica Barcos 2009

Lanchas Adventure 245 cabin e 215, Fishing 360 cabin, 245 e 215 no guia de barcos.

Ler PDF

Revista Náutica nº243

Matéria sobre a Sea Crest Fishing 185 no São Paulo Boat Show 2008.

Ler PDF

Part. Revista Náutica nº243

O show das empresas do Sul. Destaque para a lancha Sea Crest Fishing 185.

Ler PDF

Revista Perfil Náutico nº8

Matéria sobre o Estaleiro Sea Crest e destaque para as lanchas Fishing 215 e 245.

Ler PDF

Pesca & Companhia nº141

Test-drive Fishing 245 na revista Pesca & Companhia em setembro de 2006.

Ler PDF

Eventos

Confira abaixo as imagens feitas durante alguns eventos que participamos.

São Paulo Boat Show 2008

Ver Galeria

Náutica Fair 2008

Ver Galeria

Feira Náutica de Porto Alegre

Ver Galeria

Miami Boat Show

Ver Galeria

Náutica Fair 2005

Ver Galeria

Agende um horário

Alguma frase aqui.

enviando...